Previsões vindas de Espanha

Blog Single

A Iberian Cup está quase a começar. As 16 equipas já estão a dar o máximo nos treinos para se prepararem para o dia de hoje, 29 de outubro (18:00), e as expectativas acerca do desempenho das equipas portuguesas frente às equipas da Superliga Orange e equipas amadoras são altas.
Antes do arranque da fase de grupos, vamos aproveitar para saber o que pensa a equipa da Liga de Videojuegos Profesional sobre esta fase de grupos. Abaixo encontram-se as sus previsões e expectativas para este desafio da Iberian Cup.

GRUPO A (MAD LIONS E.C. / EMONKEYZ CLUB / YNG SHARKZ / MOVISTAR RIDERS ACADEMY: CONFORTO FELINO

Qualquer outra posição que não seja um primeiro lugar para os MAD Lions E.C, campeões absolutos da Superliga Orange de 2018, seria algo muito inesperado. Os leões mantiveram todos os integrantes da sua equipa para esta competição e já sabemos do que Tim "Nemesis" Lipovsek e companhia são capazes. A qualidade de jogo desta equipa não deverá sofrer grandes consequências mesmo que haja falta de treino.

Por outro lado, o segundo lugar do grupo poderá ser uma posição muito mais disputada. Apesar da equipa eMonkeyz Club ser a principal candidata a ocupá-la, tanto os yng Sharks, como os Movistar Riders Academy, podem surpreender os símios. O clube da Superliga Orange manteve apenas os jogador  Jakub "Tarky" Vañkát no seu plantel, o suporte que irá dividir a bot lane com aquele que teoricamente será a nova estrela da equipa: Jorge "Sanchez" Cabildo.

Por outro lado, Rudy "Mirror" Beltran, é a grande incógnita do roster dos  eMonkeyz. Já se passou mais de um ano desde a sua última aparição na Superliga Orange, e há uma aura misteriosa em volta deste jungler no que diz respeito a questões de consistência e desempenho. De qualquer das formas, espera-se que Mirror não vá deixar ninguém indiferente na Iberian Cup.

Continuamos na jungle para agora falar sobre o nome em destaque nos yng Sharks: Frank "Aesthetic" Norqvist. Os ex-jugler dos KYIF, no geral, deixou boas recordações da sua passagem pela Superliga Orange – única Pentakill da temporada entre outros. Sempre caracterizado pela sua agressividade, o sueco será o ponta de lança do quarto classificados do 2º split da LPLOL. Assim sendo, o duelo, Aesthetic-Mirror apresenta-se como um dos pontos mais atrativos do grupo A.

Quanto à academia dos Movistar Riders, a equipa poderia exercer o papel de juiz neste grupo. À experiencia do veterano Jesús "StevenDX" Esteban, junta-se a desenvoltura de jogadores jovens como Pablo "Pain" Calderón (mid laner com um grande potencial) ou  Óscar "RNATION" Calvo. Apesar de as previsões apontarem para a disputa do terceiro lugar entre esta equipa e os tubarões, a Riders Academy parte sem nada a perder, e portanto não se deve descartar a possibilidade de acontecer alguma surpresa da sua parte.

GRUPO B (VODAFONE GIANTS / PENGUINS / ELECTRONIK GENERATION / STORMBRINGERS): BATALHA A TRÊS

Em semelhança ao que se prevê o grupo A, os Vodafone Giants, finalistas da Superliga Orange, reúnem todas as condições para rapidamente se apoderarem do primeiro lugar do grupo. O seu plantel apresenta mudanças interessantes: a titularidade de Antonio "Th3Antonio" Espinosa na top lane e o regresso do mid laner Michael "Roison" Dubiel a Espanha. Ambas são mudanças que pressupõem mais segurança para a equipa e, portanto, os Vodafone Giants deverão manter-se como um dos principais candidatos a vencerem esta competição.

Talento e juventude são os principais valores do seu plantel, e a única coisa que se deveria esperar dos Giants é que  Iván "Razork" Martín, Mathew "Deadly" Smith y Petr "Denyk" Haramach ( o jogador mais veterano com 24 anos) continuem a crescer como jogadores durante a temporada de 2019.

Por outro lado, os PENGUINS, Electronik Generation  e Stormbringers​, deverão disputar entre si o segundo lugar do grupo. A única mudança feita pelos pinguins antes do arranque desta fase de grupos ocorreu na equipa técnica, na qual Alejandro "Nunaso" Núñez irá assumir o papel de treinador. À exceção disso, a equipa liderada por Javier "JaVaaa" Martínez promete continuar a dar luta sem temer nenhum adversário.

O regresso de Kevin "InKos" Alpire constitui o principal ponto de atração do terceiro classificado da liga portuguesa. Além disso, os Electronik Generation contam com uma combinação maioritariamente hispano-lusa no seu plantel que poderá colocar em apertos tantos os PENGUINS, como os Stormbringers. Quanto aos Stormbringers, estes chegam a esta etapa como primeiros classificados do Circuito Tormenta da Riot Games. Daniel "Huido" Huidobro e Óscar "Kamïkaze" Pedrosa são os principais nomes do conjunto, apesar de todos os integrantes formarem um quinteto sólido que promete dar que falar.

GRUPO C (ASUS ROG ARMY / MOVISTAR RIDERS / K1CK ESPORTS CLUB / MAD LIONS E.C. ACADEMY): MÁXIMA EXPECTATIVA

A tensão atinge níveis elevadíssimos neste grupo. Ao interesse que o potente roster dos Movistar Riders sempre suscita juntam-se a expectativa de ver o quinteto dos ASUS ROG ARMY, a um dos clubes de referência em Portugal como são os K1ck eSports Club e a sólida academia do leões.

Jørgen "Hatrixx" Elgåen renovou recentemente contrato com os Riders até 2020. No entanto, esta não foi a única jogada que os Riders fizeram antes da Iberian Cup. Samuel "Samux" Fernández, o marksman espanhol mais internacionalizado dos últimos tempos, foi cedido a esta equipa pelos Unicorns of Love para disputar esta prova. Sem dúvida que o regresso de um dos jogadores espanhóis mais viajados acrescenta mais um fator de grande interesse a este grupo, assim como a possibilidade disfrutar da qualidade de outros elementos da equipa dos Riders como Jakub "Cinkrof" Rokicki ou Johan "Klaj" Olsson.

Enquanto os Riders apresentam poucas mudanças no seu plantel os ASUS ROG ARMY surgem como uma equipa completamente diferente para esta Iberian Cup. O clube confirmou há meses atrás que o seu roster seria composto na integra por jogadores espanhóis e os nomes escolhidos não deixaram ninguém indiferente. Ismael "Miniduke" Martínez é o capitão deste projeto, mas estará fortemente protegido por jogadores como Alejandro "Carbono" González e Rosendo "Send0o" Fuentes, jogador procedente da competição britânica Forge of Champions. Além disso, o papel de Isaac "Pepiinero" Flores como markman, representa uma incógnita que todos anseiam por desvendar,  e portanto as expectativas para ver a estreia deste renovado Army são muito altas.

Desconhece-se qual será o real nível competitivo desta equipa, mas em teoria deverá ser colocada como uma equipa com possibilidades de passar da fase de grupos. O mítico clube português dos K1CK reforçou-se há poucas semanas com duas contratações bem conhecidas do público espanhol Eduardo "Rafa" Moreira e Sergi "Lvsyan" Madrigal. O jungler e o mid laner serão os integrantes espanhóis a acompanhar os restantes jogadores portugueses, dentre os quais se sobressai o marksman João António "AlternativeX" Morgado.

Para completar o grupo C, espera-se  que os MAD Lions E.C. Academy sejam uma das equipas mais fortes vindas do cenário amador. Os primeiros classificados a partir do ArenaGG contam com bastante potencial no seu plantel. Luis "Koldo" Pérez, Michael "Rayito" Curtet, Sergi "Simpy​" Ruiz… Todos eles fazem parte do panorama espanhol já há bastante tempo e quase sempre chegando muito perto das grandes competições. Desta vez, a sua grande oportunidade estará diante deles.

GRUPO D (KIYF ESPORTS / DRAGONS E.C. / FOR THE WIN ESPORTS / VODAFONE GIANTS ACADEMY): HISTÓRIA POR ESCREVER

Enquanto que o grupo C se apresenta como um grupo que poderá ser muito renhido, o grupo D pode tornar-se num caos completo. Os KIYF eSports deveriam partir com ligeiro favoritismo depois dos seus resultados na Superliga Orange (e por terem mantido a maior parte do seu plantel). Andrei "Orome" Popa é o jogador chave dos ninjas. A estrela romena explodiu durante a fase regular da Superliga, pelo que deverá intimidar os outros top laners. Zanzarah "Zanzarah" Akatov é a grande novidade nas fileiras dos KIYF. Trata-se de um jogador com muita experiência depois de ter passado cinco anos nas competições russas.

Falando de novidades os DRAGONS E.C. reformularam-se quase na sua totalidade. Apenas Miguel "Hero" Fernández se manteve no conjunto titular, do qual agora fazem parte Adrian "Wardain" Müry e August "Quixeth" Skarsfjord, entre outros. Este novo projeto dos dragões será comandado durante esta competição por uma das mentes mais reconhecidas do cenário espanhol, Pablo "Marhoder​" Menéndez. O treinador asturiano deixou os PENGUINS depois de dois anos no clube e enfrenta agora um novo desafio com os Dragons que o colocará à prova.

Nem os ninjas nem os dragões terão o seu caminho facilitado já que a For the Win eSports Club chega a esta prova como primeiro classificado do 2º Split da Moche LPLOL. Pedro "Plasma Lemon" Simões é o baluarte do quinteto, um jogador decisivo ao qual se deve estar muito atento durante a fase de grupos. Contudo, os restantes integrantes do clube português também constituem ameaças para as equipas do grupo D. Se uma equipa portuguesa pode pensar em passar desta fase como líder de grupo, essa equipa é a For The Win.

No papel de testemunhas, juízes e carrascos estão os Vodafone Giants Academy, uma equipa que se encontra, presumivelmente, um escalão abaixo do resto dos seus adversários. No entanto, tendo em conta a igualdade teórica que prima neste grupo, os não tão gigantes poderão tirar partido da mesma. O mid laner Javier "Javier514" Carmona é o líder da equipa e maior rival a ter em conta.

Além disso, o fator Bo1 poderá jogar a favor da academia dos Giants, visto que um erro no grupo D poderá custar caro a qualquer uma das quatro equipas. Os descuidos poderão revelar-se fatais.

A transmissão em português da fase de grupos começa hoje às 18:00 na Twitch!

Fonte: Liga de Videojuegos Profesional

Share this Post: