Meet The Players: Slayer

Blog Single

Desta vez fui até à equipa dos K1CK eSports Club para entrevistar o seu suporte, Nuno "Slayer" Moutinho para a nossa rúbrica.

Olá Slayer! Apresenta-te aos nossos leitores por favor.
Olá, sou o Nuno Moutinho, mais conhecido como Slayer, tenho 19 anos, e sou de Gondomar.

Quais são os teus maiores defeitos? E qualidades?
Os meus maiores defeitos são: pensar mais nas pessoas à minha volta do que em mim, ser muito preguiçoso e ser paciente demais. Já passaram mais de 2 anos e continuo a aturar o Fintinhas, qualquer dia vou para um hospício. Em relação às qualidades, diria que são a minha humildade ou mesmo a minha inteligência.

Diz-me uma coisa da qual não consigas abdicar.
Para não dizer League of Legends, que creio que é óbvio, diria futebol. Posso dizer que sou um fanático pelo futebol, especialmente pelo meu grande Porto!

Que tipo de música ouves? Alguma que consideres predilecta?
Oiço um pouco de tudo (menos kizomba e esses géneros, que para apanhar doenças já bastam os meus VODs), mas costumo ouvir mais hip-hop e rap. Não tenho nenhuma música que se destaque, mas gosto bastante de ouvir Slow J, que é sem dúvida quem se destaca na minha playlist.

Quando não estás a jogar League of Legends, que outros jogos jogas?
Costumo jogar Counter Strike: Go com o meu irmão e com os meus amigos, FM com o Fintas (quer dizer, o Fintas é tão mau que às vezes penso que estou a jogar sozinho…) e FIFA muito de vez em quando. Ultimamente, decidi experimentar Player Unknown Battlegrounds. É um jogo interessante, mas como não vou jogar nenhum desses jogos durante muito tempo, visto que não quero ficar colado, nem perder tempo num jogo que não seja o LoL. Uso-os mais para descontrair do tilt ou do cansaço.

Tens alguma fobia?
Tenho medo de desiludir as pessoas à minha volta, quase tudo o que faço na vida é a pensar nos outros, tanto para ajudar, como para trollar, mas nem sempre as coisas correm como planeado.

Costumas ser reconhecido na rua? Já tiveste alguma experiência interessante com alguns fãs que me queiras contar?
Muito raramente, infelizmente é difícil ser reconhecido em Portugal devido à falta de exposição, mas não me importo de não ser reconhecido na rua, sinceramente até prefiro. O mais engraçado que me aconteceu foi um rapaz perguntar se eu era o Slayer, e depois ter-me dito que gostava bastante dos meus tweets no Peripecias. Foi engraçado porque não sabia que o meme já era assim tão reconhecido.

Como começou a tua aventura pelo League of Legends?
A forma como iniciei a minha aventura no LoL foi um pouco estranha, visto que antes de ser jogador, já tive uma organização (nada comparado com as grandes orgs, era uma org que fiz com uns amigos meus do cs 1.6) e já desempenhei funções de manager, coach e analista. Mais tarde, devido a indisponibilidade de um jogador acabei por jogar os qualificadores da LPLOL com os K1CK White e depois decidi começar a jogar e largar o papel de staff. Felizmente, posso dizer que fiz a escolha certa!

Já jogaste algum outro jogo competitivamente?
CS 1.6, mas não foi algo tão sério como está a ser com o LoL. Acabei por jogar alguns torneios, mas de dimensões pequenas. Se não fosse o facto de na altura ser novo e de ter um PC bastante mau, acho que tinha seguido o CS em vez do LoL.

Como te defines enquanto jogador?
Agressivo, impulsivo e sou um jogador que se deixa levar pelas emoções. Acho que o pior erro que podem fazer antes de jogar contra mim é deixarem-me chateado, dá-me vontade de partir o adversário ao meio (dentro do jogo claro!).

O que menos aprecias num AD Carry?
Terem medo de dar auto-attacks ou jogarem passivamente. Se não querem atacar, comprem um cão ou mudem de role para support.

Agora o Ardent Censer é bastante utilizado por muitos supports, especialmente Jannas e Lulus. Qual achas que é a melhor maneira de dar counter a uma lane que dê rush a este item?
Pickar outro champion que faça esse item e rezar para ter o melhor ADC. Atualmente com o item neste estado, qualquer 1 consegue ser support. Outra alternativa é pickar Thresh e farmar Jannas.

Qual o support que achas mais consistente para competir? Porquê?
Thresh provavelmente. É o support mais completo, visto que consegue desempenhar vários papéis e mesmo estando para trás no jogo, consegue ser útil.

Se te pedisse para descreveres cada um dos teus colegas de equipa com um único adjetivo, quais  escolherias?
Top - Líder. Uma grande força dentro da nossa equipa.
Jungle - Empenhado. É dos jogadores mais empenhados que já vi a jogar este jogo.
Mid - Insuportável. É impossível estar no TS um dia inteiro com o Aziado, já para não falar das teorias dele ...
ADC - Gifted. Melhor ad a jogar na LPLOL, by far.
Coach - Preguiçoso. Nunca vi uma pessoa tão preguiçosa na minha vida e o pior é que é contagioso…

Se pudesses aconselhar um rookie que participa pela primeira vez na Moche LPLOL, que conselhos lhe darias?
Ignorar o facto de o jogo estar a ser transmitido. Acho que muitos dos jogadores novos sofrem de nervosismo pelo facto de estarem muitas pessoas a ver o jogo. É muito importante estarem focados no seu próprio jogo.

O que te espera o futuro?
Isso é a pergunta que me faço todos os dias, mas das duas uma, ou vou acabar na LCS ou no Mcdonald's.

Gostavas de deixar algumas palavras aos teus fãs?
Quero agradecer aos fãs que tiveram a paciência de ler isto e que me  têm apoiado ao longo da minha carreira e peço que estejam, atentos pois em breve terão boas notícias.

Agradeço aos Slayer a disponibilidade para responder às nossas perguntas e desejamos-lhe boa sorte em mais um Split da Moche LPLOL.
Podem seguir o Slayer nas suas redes sociais, mais propriamente no Twitter e no Facebook.
Podem seguir os K1CK através do Twitter e no Facebook.

Share this Post: